Eventos

Voltar

Rita Marques

Rita Marques nasceu em Caldas da Rainha. Concluiu a licenciatura em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa (2010-2013) na classe da professora Sílvia Mateus.

Em ópera, foi “Rainha da Noite” em Die Zauberflöte de W. A. Mozart, “Princess”, “Young Lady” e “Dame” em Lady Sarashina de P. Eötvos, “Despina” em Così fan tutte de W. A. Mozart, “Sofia” em Il Signor Bruschino de G. Rossini e “Soeur Alice” em Dialogues des Carmelites de F. Poulenc.

Como bolseira da Fundação Calouse Gulbenkian/ENOA – European Network of Opera Academies, frequentou workshops com Claudio Desderi (FCG, Lisboa, Out/2014, Jun/2015, Out/2015), June Anderson e Cecilia Gasdia (Verona, Set/2015) e o workshop “Wiener Operette” na Bayrische Theaterakademie (Munique, Out/2015).

No ano 2016/2017, frequentou o Centre de Perfeccionament Plácido Domingo, em Valência, onde trabalhou com os maestros Ramón Tebar, Fabio Biondi e Roberto Abbado e com os pianistas Aida Bousselma, Stanislav Angelov e Jose Ramón Martin. Em Workshop, trabalhou com Nacho Fresneda (teatro), Sonia Prina (interpretação), Davide Livermore (interpretação de Monteverdi), e Roger Vignoles (interpretação de “Myrthen” de R. Schumann). Trabalhou ainda com Manuela Custer e Enedina Lloris como preparadoras vocais. Como aluna do CPPD, foi “Governess” em The turn of the Screw de B. Britten (direcção musical de Christopher Franklin e encenação de Davide Livermore, Jun/2017, Teatre Martín i Soler, Valência) e “Roggiero” em Tancredi de R. Rossini (Direcção musical de Roberto Abbado e encenação de Emilio Sagi, Jun/2017, Palau de Les Arts Reina Sofía, Valência).

Em Maio de 2017 colaborou com Plácido Domingo no seu concerto no MEO Arena, em Lisboa, com direcção musical de Eugene Kohn.

Alto Patrocínio / High Patronage

Patrocinadores / Sponsors

Parceiros / Partnerships

X