Eventos

Aulas online do Conservatório

O Conservatório ampliou a sua oferta a alunos que, de outro modo, não teriam acesso a esta formação. Pode optar entre as disciplinas que estão listadas em baixo. Caso queira saber um pouco mais de cada instrumento, clique no link "Mais detalhes".

As aulas online têm uma mensalidade de 150€.

Para mais informações, utilize os contactos disponíveis através do menu principal. 

Disciplinas

Teclas

Piano
Teclado

Voz

Canto
Voz

Percussão

Bateria
Percussão

Cordas

Violino
Viola de Arco
Violoncelo
Contrabaixo
Guitarra Clássica
Harpa
Guitarra Elétrica
Baixo Elétrico

Sopros (Madeiras)

Flauta
Oboé
Saxofone
Clarinete
Fagote

Teóricas

Análise e Técnicas de Composição
História da Música
Formação Musical

Sopros (Metais)

Trompete
Trompa
Trombone
Bombardino
Tuba

Inscreva-se no formulário em baixo!





Posted in Departamento de Música, Conservatório | Comentários fechados em Aulas online do Conservatório

Retrospetiva da I Academia e Concurso de Direção Orquestral

Após um adiamento provocado pelas condicionantes da atual pandemia do COVID-19, a Orquestra conseguiu realizar, durante o mês de Outubro, a I Academia Internacional e Concurso de Direção Orquestral, em que participaram candidatos de diversos países. Tivemos inicialmente 28 candidatos inscritos, dos quais muitos dos estrangeiros tiveram que desistir, tanto por restrições de viagens como devido à alteração da data. Ainda assim, recebemos participantes de Portugal, Suíça, Polónia, Itália e Espanha.

A Academia esteve dividida em dois níveis, a saber o Nível Básico (16 – 20 de Outubro) e o Nível Superior (20 – 24 de Outubro). Durante uma semana, os jovens maestros tiveram a oportunidade de trabalhar com a orquestra, sob orientação dos maestros Nikolay Lalov e Roberto Gianola (Itália), o qual substituiu à última hora o M.º Richard Rosenberg (EUA), inicialmente convidado e também impedido de viajar pelas mesmas circunstâncias.

No concerto final do passado sábado, que foi também um concurso, os 3 finalistas dirigiram obras de Mozart e Beethoven, tendo sido avaliados pelo júri, composto pelos dois maestros e pelos membros da orquestra. Este reuniu-se logo após os últimos acordes do concerto e os resultados finais foram anunciados ao público, que praticamente preencheu o Auditório Sra. Boa Nova. A atribuição dos prémios foi feita da seguinte forma:

1.º lugar: Jacek Brzoznowski (Polónia)
Recebeu um prémio de 1000€, a devolução da propina do curso e o convite à participação num concerto na temporada da OCCO em 2021.

2.º lugar: Tiago Moreira da Silva (Portugal)
Recebeu 600€ e a devolução da propina do curso.

3.º lugar: Davide Guarneri (Itália)
Recebeu a devolução da propina do curso.

Todos os participantes se demonstraram satisfeitos, tecendo elogios à organização do curso e ao trabalho elaborado pela orquestra, e mostrando grande vontade em repetir a experiência. E nesse sentido, o M.º Nikolay Lalov anunciou que a Academia Internacional e Concurso de Direção Orquestral é um projeto pensado a longo prazo, tendo assegurado a 2.ª edição para Julho de 2021.

A OCCO agradece a todos os participantes, ao Mº. Roberto Gianola pela sua pronta disponibilidade, bem como aos músicos da OCCO pela sua excelente prestação e profissionalismo demonstrados durante todos os dias de intenso trabalho.

Veja mais fotos do Concerto Final na nossa página do Facebook.

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Comentários fechados em Retrospetiva da I Academia e Concurso de Direção Orquestral

Audições Coro de Câmara do Conservatório de Cascais

O Coro de Câmara do Conservatório de Cascais está com portas abertas para novos tenores e baixos!
As audições são destinadas a coralistas amadores experientes com idades a partir dos 16 anos que irão usufruir de formação de qualidade em instalações com as melhores condições, e de parcerias com os músicos da OCCO e do Conservatório. Junte-se a este grupo e venha viver a experiência coral!

Audições
Inscreva-se para as audições a decorrer no dia 3 de outubro às 14h00 no Conservatório de Cascais!
Peça a preparar: Afternoon on a Hill (download aqui)

Júri
Rui Teixeira, Rita Machado, Miguel Fialho

Ensaios
Sábados das 14h30 às 16h30
Valor Mensal: 20€

Mais informações através dos contactos:
+351 214 643 460
[email protected]

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Telmo Costa

Iniciou os seus estudos com o professor José Amério Belinha na Tuna Musical de S. Paio de Oleiros.
Posteriormente, ingressou na Academia de Música de Paços de Brandão com o professor Hélder Tavares com o qual terminou o oitavo grau com classificação máxima.
Frequentou várias masterclasses com diversos professores, tais como António Saiote, Nuno Pinto, Florent Héau, François Benda, Kilian Herold, Harri Mäki, entre outros.
Ganhou concursos nacionais e internacionais, dos quais se destacam o 1ºPrémio Concurso Luso-espanhol em Fafe, 1º Prémio International Clarinet Competition APC, Golden Prize- Vienna International Music Competition, 1º Prémio no North International Music Competition e 1º Prémio no Prémio Jovens Músicos na categoria clarinete nível superior. Neste mesmo concurso foi-lhe ainda atribuído o Prémio Maestro Silva Pereira, o Prémio European Union of Music Competitions for Youth Prize e o Prémio Círculo Richard Wagner.
Relativamente à sua experiência em orquestra, integrou a Jovem Orquestra Portuguesa entre 2013 e 2017, o Estágio Gulbenkian de Orquestra em 2017 e 2018, a Gustav Mahler Jugendorchester em 2016 e 2018, a Neue Philharmonie München em 2018, e a Schweizer Jugend-Sinfonie-Orchester durante o mesmo ano. Para além disso colaborou com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, Luzerner Sinfonieorchester e Royal Concertgebouw Orchestra,. Em 2019 ganhou o lugar de academista na orquestra sinfónica de Lucerne e o lugar de Solista A co-principal na Orquestra Gulbenkian.
Atualmente prossegue os seus estudos na Hochschule für Musik Basel, na Suiça, na classe do professor François Benda.

Posted in 2020, Outubro – Dezembro, Solistas | Tagged | Leave a comment

André Miguel Santos

Nasceu em Lisboa em Novembro de 1984.
Licenciado em economia pela Universidade Nova de Lisboa (2006), em guitarra (2010) e composição (2015) pela Escola Superior de Música de Lisboa. André teve aulas de Guitarra Flamenca com Oscar Herrero (Madrid) e Pedro Jóia (Lisboa).
Ao longo da sua carreira já tocou com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa, Coro Gulbenkian, Orquestra Chinesa de Macau e alguns dos artistas portugueses mais famosos (ex: Marisa, Resistência, Mísia, Ricardo Ribeiro, Teresa Salgueiro, Quorum Ballet, Carla Pires, Maria Ana Bobone, etc.), em vários países do mundo.
É membro residente do Júri do “Concurso de Música de Intervenção de Almada” desde 2007. Em 2011 recebeu o prémio “Jovem Talento” pelo município de Almada.
Nos últimos anos tem dado mais atenção à sua carreira enquanto solista tendo subido a palco mais de 200 vezes nos últimos 3 anos.
Como compositor tem escrito para diferentes projetos e estilos de música, abrangendo grupos de música de câmara até orquestras de grande dimensão. A sua música tem sido interpretada por alguns dos mais prestigiados músicos de Portugal deste os EUA até à China. Em 2016 ganhou o prémio de melhor edição pela Associação Nacional de Flauta dos EUA com a sua peça “O motivo da menina Laite” para flauta solo. Tem 4 discos gravados apenas com peças de sua autoria.
André é o guitarrista do grupo Melech Mechaya e faz parte do Quarteto de Guitarras de Lisboa.

Posted in 2020, Janeiro – Março, Solistas | Leave a comment

Reembolso de bilhetes

Durante o período de quarentena que todos vivemos, os espectáculos que estavam agendados não foram realizados. Se adquiriu bilhetes para estes espectáculos, deverá contactar as entidades organizadoras para ser devidamente reembolsado (BOL, Ticketline ou Câmaras Municipais de Cascais e de Oeiras).

A OCCO não recebe qualquer verba proveniente da venda de bilhetes mas é suportada pelas entidades públicas descritas em rodapé do nosso website. A bilheteira é da responsabilidade das Câmaras e das salas de espectáculo. A OCCO responsabiliza-se, sim, pela preparação do repertório e por se apresentar em palco no dia e hora agendados por essas mesmas entidades. Divulgamos os espectáculos e locais de venda dos bilhetes porque queremos que essa informação chegue de forma consistente ao nosso público. Não temos, por isso, qualquer possibilidade de prestar assistência quanto à venda e reembolso de bilhetes.

Atualização: Concerto de Primavera 21 Março 2020, Aud. Sra. Boa Nova

O Centro Paroquial do Estoril, que gere o Auditório Sra. Boa Nova, informa que a devolução dos bilhetes do Concerto de Primavera será feito da seguinte forma: deverá trazer o seu bilhete até ao Auditório entre 1 e 31 de Julho de 2020, no horário de 2.ª a 6.ª feira, das 9h00 às 13h00.

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Curso Articulado Música 2020/21

Ensino Artístico Especializado de Música
Regime Articulado

Destina-se a alunos do Agrupamento de Escolas Frei Gonçalo de Azevedo ou do Agrupamento de Escolas da Parede, que iniciem simultaneamente o 2.º ciclo da Escolaridade Obrigatória e o Curso Básico de Instrumento. Este regime permite ao aluno frequentar em simultâneo as disciplinas da Ensino regular na Escola que tiver escolhido para frequentar o 2.º/3.º Ciclo e as disciplinas de Música, à disposição no Conservatório de Música de Cascais. Os alunos que se candidatam ao ensino articulado são submetidos a provas de admissão, e sujeitos às vagas existentes. O custo de aluno definido pelo ME tem um valor mensal de 260 euros, suportado na íntegra pelo Ministério da Educação e Ciência. No entanto, os alunos aprovados nas provas de admissão, que não entram no número de vagas existentes, podem optar pelo ensino articulado autofinanciado, caso existam vagas para tal. Neste caso o Conservatório atribuirá a cada aluno uma bolsa de 157 euros, restando para os Encarregados de Educação o pagamento da diferença de 103 euros mensais. Acresce ainda o valor do seguro do instrumento, no caso de este ser disponibilizado pelo Conservatório.

Disciplinas e Tempos Letivos
Instrumento – 1 x 90 min./semana
Formação Musical – 1 x 90 min./semana
Classe de Conjunto: Coro – 1 x 45 min./semana  ou   Orquestra – 1 x 90min./semana
Oferta Escola – Estágio da Orquestra – 45 min./semana (ou mesmo tempo realizado nas interrupções letivas)

Instrumentos ministrados no curso articulado:
– Cordas: violino, viola d’arco, violoncelo e contrabaixo
– Sopros: oboé, flauta, clarinete, fagote, trompete e trompa

A atribuição dos instrumentos, para os alunos admitidos, será feita após avaliação obrigatória por parte dos professores. Esta avaliação é feita nas instalações do Conservatório, após a divulgação dos resultados dos alunos admitidos (data a anunciar). A decisão é da competência da Direção do Conservatório de Música, mediante as vagas existentes e as preferências dos alunos.

Provas de Admissão

Serão marcadas com os alunos e serão online.

Agrupamento de Escolas Frei Gonçalo de Azevedo

  • 1 de junho (2.ª feira) – 16h00 – Escolas de Rómulo de Carvalho e Trajouce – Na Escola Rómulo de Carvalho
  • 2 de junho (3.ª feira) – 17h00 – Padre Andrade
  • 3 de junho (4.ª feira) – 17h00 – Abóboda
  • 4 de junho (5. ªfeira) – 17h00 – Tires

Agrupamento de Escolas da Parede

  • 19 de Junho às 16h00 na Escola de Santo António
  • 9 de Julho às 16h30 no Conservatório de Música de Cascais

Formulário de candidatura
(para alunos que transitam do 4.º para o 5.º ano)

A submeter até dia 30 de Maio de 2020.

Posted in Departamento de Música, Conservatório | Leave a comment

Audições Orquestra Juvenil de Cascais

No ano em que Cascais foi a Capital da Juventude (2018), o Conservatório de Música de Cascais, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e a Escola Frei Gonçalo de Azevedo, iniciaram um grande projeto:

ORQUESTRA JUVENIL DE CASCAIS

Esta orquestra tem por objetivo permitir a todos os jovens que residem em Cascais ou estudam no concelho, iniciar uma aventura que pode mudar as suas vidas. A tocar numa grande orquestra com a possibilidade de executar algumas das obras mais emblemáticas do património musical, junta-se a possibilidade viajar, fazer amigos e partilhar momentos com músicos profissionais de renome nacional e internacional.

Se tens 14 anos ou mais, tens talento e sabes tocar um instrumento de orquestra, este é o momento ideal para te candidatares!

Audições online
Inscreve-te já para as audições a decorrer entre os dias 22 e 26 de Junho!
Deverás gravar em vídeo duas peças contrastantes do nível de 5.º grau ou superior, e enviá-las:
– por whatsapp:  96 228 38 43
– por email (com WeTransfer ou semelhante): [email protected]

Inscrições até 5 de Junho no formulário em baixo, ou na Secretaria do Conservatório.

Mais informações através dos contactos:
+351 214 643 460
[email protected]

INSCRIÇÃO

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Música Nova 2020 – Convite a Compositores

A Música Nova está de volta. Numa iniciativa anual que visa promover novas obras de compositores contemporâneos, a OCCO abre concurso a todos os compositores. A OCCO oferece assim a possibilidade aos compositores de verem as suas obras executadas no recital Música Nova, no qual o público e os músicos votarão no compositor residente para o ano de 2021.

Todos os compositores interessados deverão enviar as suas obras para [email protected] até 1 de Setembro de 2020 para serem apreciadas pela Direção Artística. Na proposta deverá constar 1) a duração da peça, 2) os instrumentos requeridos e 3) a partitura geral. Os compositores selecionados poderão enviar as partes posteriormente, até 30 de Setembro de 2020.

As propostas deverão ter em consideração os seguintes parâmetros:
• Número máximo de músicos: 5
• Duração - 5 a 15 minutos;
• Instrumentos: escolher entre cordas e piano.

As obras a concurso serão apresentadas no recital anual Música Nova, dias 21 de Novembro às 18h (Museu da Música Portuguesa) e 28 de Novembro às 18h (Palácio Marquês de Pombal). Estas serão previamente selecionadas no prazo de uma semana após o envio. O programa será preenchido por ordem de chegada das partituras, podendo não ser possível incluir obras enviadas perto do fim do prazo.

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Consignação de 0,5% do seu IRS

O Contribuinte pode escolher para onde vai parte do seu dinheiro que é entregue ao Estado. A consignação de 0,5% do IRS a entidades que são do interesse dos contribuintes promovem um apoio mais próximo e direto das instituições.

Assim, caso também deseje apoiar dessa forma a OCCO e o Conservatório de Cascais, poderá fazê-lo no formulário de declaração do IRS, Modelo 3, Quadro 11, inserindo no Campo 1101 o NIF da Associação da OCCO: 504617729. Pode também fazê-lo diretamente na área “Dados Pessoais Relevantes”.

A OCCO agradece todo o apoio que tem recebido para se tornar naquilo que é, e desde já a todos os seus amigos que desta forma assim a decidirão apoiar.

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Sandra Medeiros

Sandra Medeiros nasceu em S. Miguel, nos Açores. Estudou no Conservatório Regional
de Ponta Delgada, com Imaculada Pacheco. É licenciada em Canto pela Escola Superior
de Música de Lisboa tendo integrado a classe da professora Joana Silva.
Como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e Centro Nacional de Cultura
prosseguiu estudos de pós-graduação em canto na Royal Academy of Music em
Londres, onde se graduou com “Distinção”, e obteve o Dip. RAM e o prémio Amanda
von Lob memorial Prize.
Frequentou cursos de aperfeiçoamento em Portugal, Áustria, Espanha, Inglaterra e
França com personalidades do meio musical erudito tais como Ileana Cotrubas, Teresa
Berganza, Marimi del Pozo, Gundula Janowitz, Frank Ferrari, Jill Feldman, Paul
Esswood, entre outras.
Foi premiada em concursos nacionais e internacionais de canto dos quais se destaca o 2.º
Prémio no V Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão no Brasil.
A sua atividade como solista distribui-se pela música antiga, oratório, lied, melodie,
canção dos sécs. XX/XXI e ópera, tendo actuado sob a direção de ilustres maestros tais
como Michael Corboz, Lawrence Foster, Marc Minkowski, Philippe Herreweghe, Sir
Charles Mackerras, Laurence Cummings, Enrico Onofri, Jose Ramon Encinar,
Giancarlo De Lorenzo e Nikolay Lalov, entre muitos outros. Também actuou com as
mais destacadas orquestras portuguesas, e com os mais conceituados grupos de música
antiga portugueses, nomeadamente Os Músicos do Tejo e Divino Sospiro, com as
orquestras Barroca da RAM, Camerata Lysy de Gstaad, Sinfonia Varsóvia, Concerto
Köln e com o grupo L’Avventura London.
Gravou para as rádios Portuguesa, Búlgara e Inglesa, para as televisões Portuguesa,
Espanhola e Brasileira e para as editoras Naxos e Hyperion.
A música contemporânea portuguesa tem tido um papel de destaque na sua carreira
tendo feito a estreia absoluta de quatro óperas dos sécs. XX e XXI, e de muitas obras de
compositores como João Madureira, Carlos Marecos, Carlos Caires, Nuno Côrte-Real,
Sérgio Azevedo, Emanuel Frazão e Rogério Medeiros, entre outros.
No domínio da ópera, os seus papéis incluem Barbarina (Le Nozze) Princese (L’énfant
et Les Sortiléges), Dragonfly (A raposinha matreira), Frasquita (Carmen), Serpina
(Serva padrona), Cardella (Frate Nnamorato), Carlota (As Damas Trocadas, Marcos
Portugal), Lindane (Lindane e Dalmiro, Cordeiro da Silva), Flaminia (Il Mondo della
luna, Pedro Avondano), Donna Anna e Donna Elvira (Don Giovanni), entre outros.
É convidada regular das temporadas dos principais teatros, salas de concerto e festivais
de música portugueses. Tem-se apresentado, também, em importantes salas, teatros e
festivais do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Luxemburgo, Macau, Bulgária,
Brasil e Uruguai.
Para mais informações, visite www.sandramedeiros-soprano.net

Posted in 2019, Solistas, Novembro – Dezembro, Músicos | Tagged | Leave a comment

Jéssica Evaristo

Natural de Rio de Janeiro, é licenciada em Educação Física pela Universidade Salgado de Oliveira, Brasil. Tirou o curso de Jazz e Composição Coreográfica pelo Conservatório Brasileiro de Dança. Formação superior pela Dançonica Escola de Dança nas áreas de ballet clássico, jazz e sapateado. Certificada pela Body Systems em Body Jam (Hip-Hop). Registada no Sindicato de Profissionais de Dança do Rio de Janeiro. Foi bailarina em telenovelas e programas televisivos brasileiros. Tem 13 anos de experiência de ensino.

Posted in Professores Dança, Departamento de Dança | Leave a comment

Thainá Moretti

Natural do Rio de Janeiro, Brasil, iniciou o seu percurso na dança aos 3 anos nas aulas de Dança Criativa. Aos 7 anos ingressou no Ballet Clássico, Jazz e Sapateado, modalidades às quais se dedicou durante 10 anos.
Licenciou-se em Dança pelo Centro Universitário da Cidade (Rio de Janeiro, Brasil) em 2009 e, no decorrer da sua licenciatura, participou como bailarina na Companhia da UniverCidade, onde teve contacto com o Jazz, a Dança Moderna e a Dança Contemporânea.
Atuou em diversos festivais profissionais e palcos consagrados, com destaque para o Panorama Festival (Rio de Janeiro, Brasil), Dança em Pauta (São Paulo, Brasil), Brasil Move Berlim (Berlim, Alemanha) e o Theatro Municipal do Estado do Rio de Janeiro (Brasil).
Com 16 anos de experiência como professora, lecionou em diversas escolas de educação infantil e na Academia Rose Mansur (Niterói, Brasil), onde além de adquirir competências em criação de coreografias e produção de espetáculos, foi responsável pela coordenação pedagógica do Ballet Infantil por 8 anos.
Atualmente, é professora e praticante de Dança Criativa, Dança Contemporânea e Jazz.

Posted in Professores Dança, Departamento de Dança, Conservatório | Leave a comment

Maria Pires

Iniciou os seus estudos de dança na Academia de Dança Contemporânea de Setúbal (ADC), sob orientação de Maria Bessa e António Rodrigues. Teve como professores Irina Stupina, Carlos Prado, Cristina Maciel, Birte Lundwall, João Mouro, Luís Carolino e Vanda Nascimento em Técnica de Dança Clássica. Em Técnica de Dança Moderna, teve as professoras Andrea Diegues, Maria João Lopes e Marina Sacramento, e Irina Tchernychova em Danças de Carácter, entre outros professores. Terminou o Curso de Formação de Bailarinos em 2002.

Fez parte da Pequena Companhia da ADC onde dançou coreografias de Marius Petipa, Jean Dauberval, Irina Tchernychova, António Rodrigues, Andrea Diegues, Jose Limon, Carlos Prado, Iolanda Rodrigues, Maria João Pires e Karen Bell-Karen.

Concluiu o Bacharel em Fisioterapia (2007) pela UATLA – Universidade Atlântica e é licenciada em Teatro – Ramo Direção de Cena e Produção (2012) pela ESMAE – Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Integrou o projeto ERASMUS IP “Sound Art in City Spaces” em 2011, em Vilnius, Lituânia, e em 2016 concluiu a formação avançada em Dança Movimento Terapia, no ISPA – Instituto Superior de Psicologia Aplicada.

Desde 2002 que trabalha como bailarina freelancer, tendo trabalhado com inúmeros coreógrafos e realizado diversas tournées um pouco por toda a Europa, África e Médio Oriente.

Foi condecorada enquanto bailarina com as “Máscaras de Ouro 2005” pelo seu empenho e profissionalismo, no Teatro Maria Vitória.

Começou a dar aulas de dança em 2007, na Escola de Dança 7.ª Posição em Lisboa e desde então já deu aulas em várias escolas em Lisboa e no Porto, nas disciplinas de Dança Clássica, Contemporâneo e Jazz.

Desde 2012 que acumula funções enquanto produtora cultural e diretora de cena.

Posted in Professores Dança, Departamento de Dança, Conservatório | Leave a comment

Mark Kadin

Mark Kadin é o Diretor Musical da Orquestra Sinfónica da Rádio Nacional Búlgara desde Setembro de 2017. Entre 2004 e 2014 desempenhou o mesmo cargo na Orquestra Sinfónica de Krasnoyarsk e entre 1996 e 2004, foi Maestro Associado da Orquestra Nacional Russa. Mantém atividade regular com orquestras de cerca de 30 países, tendo partilhado o palco com artistas de renome como Dmitry Khvorostovsky, Mikhail Pletnev, Maxim Vengerov, Vadim Repin, Boris Berezovsky e muitos outros.

Nascido na Ucrânia numa família de profunda tradição musical, Mark Kadin recebeu a sua educação musical em Moscovo, na Academia de Música do Estado de Gnessin e numa outra escola russa de renome. Iniciou a sua carreira de maestro em 1990, ainda enquanto estudante, como Maestro Assistente na Orquestra Sinfónica Juvenil do Estado “Jovem Rússia”, e no Ensemble de Música Contemporânea de Moscovo. Tornou-se posteriormente Maestro Associado da Orquestra Sinfónica da Rádio de Moscovo.

​Em 1996 Mikhail Pletnev convida Kadin para Maestro Assistente da Orquestra Nacional Russa, onde serviu até 2004. Trabalhou de perto com Valery Gergiev, Mstislav Rostropovich, Michael Tilson-Thomas, Kent Nagano e Evgeny Svetlanov.

A convite de Vladimir Spivakov, tornou-se Maestro Residente da Orquestra Estatal de Câmara de Moscovo Virtuosi entre 1999 e 2003. Kadin dirigiu cerca de 30 concertos por ano na Rússia, tendo trazido com prestígio a orquestra a uma digressão europeia pela Suíça, Holanda e Alemanha, com concertos nas salas Kolner Philharmonie, Tonhalle Duesseldorf e Munich-Herkulessaal.

Kadin foi Maestro Principal e Diretor Artístico da Orquestra Sinfónica de Krasnoyarsk de 2004 a 2014, tendo despoletado o sucesso e crescimento da orquestra. Tem sido reconhecido de forma crescente pela sua programação original e interpretação do repertório russo, bem como pela sua busca pela pureza no som de orquestra. O seu repertório tem-se expandido ao longo dos anos bem para além das obras clássicas mais nucleares, para incluir Sibelius, Elgar, Dvorák e Mahler, introduzindo também o público à música de compositores contemporâneos. Todas as sinfonias de Beethoven, Brahms, Tchaikovsky e Rachmaninoff, bem como as obras de referência de Shostakovitch, Prokofiev, Rimsky Korsakov e Mussorgsky foram interpretadas pela Krasnoyarsk.

Para além de dirigir 40 concertos sinfónicos por temporada, Kadin estabeleceu o inovador Summer Open Air Festival em Krasnoyarsk e noutras cidades da Sibéria, tendo alcançado dezenas de milhares de espectadores desde 2011. Levou ainda a orquestra a três digressões asiáticas, pela China e Coreia, com concertos em prestigiadas salas que incluíram o Seoul Art Center.

As suas numerosas colaborações com orquestras russas incluem concertos com a Orquestra Nacional Russa, a Orquestra Sinfónica de Moscovo, a Filarmónica Russa e as orquestras de Novosibirsk, Samara, Volgograd, Voronej, Khabarovsk, Omsk, Irkutsk e Rostov. Como maestro convidado, Kadin trabalhou com variadas orquestras na Europa, Asia e América do Sul, incluindo a Orquestra Sinfónica de Roma, a Orquestra Sinfónica de Queensland, a Orquestra Sinfónica do Chipre, a Orquestra Sinfónica da Rádio Eslovaca, a Orquestra Filarmónica de Sófia, a Orquestra Filarmónica da Morácia, a Filarmonia Artur Rubinstein, a Orquestra Estatal de Istanbul, a Orquestra Filarmónica da Macedónia, a Israel Sinfonietta, a Orquestra Sinfónica Nacional de Costa Rica,a  Orquestra do Paraná, a Orquesta Sinfónica de Yucatan, A Filarmónica de Xiamen, e a Filarmónica Gyeonggi, entre outras.

Kadin colaborou com solistas de renome como Dmitry Khvorostovsky, Sumi Jo, Maxim Vengerov, Vadim Repin, Mikhail Pletnev, Viktor Tretyakov, Boris Berezovsky, Nikolay Lugansky, Denis Matsuev, Alexander Knyazev e muitos outros.

A sua atividade recente com a Orquestra Sinfónica da Rádio Nacional Búlgara incluem a participação em prestigiados festivais como as Semanas da Música de Sófia e Varna Music Summer, bem como uma digressão à Coreia do Sul em 2018, bem aclamada pela crítica.

Posted in 2019, Solistas, Julho – Outubro, Músicos | Tagged | Leave a comment

Cristiana Oliveira

Cristiana Oliveira, eminente soprano portuguesa com uma carreira de projeção internacional, fez na temporada passada a sua estreia em Itália no Massimo Bellini de Catânia, com o papel de Magda em “La Rondine” de Puccini e como Madalena di Cogny em “Andrea Chenier” de Giordano. Fez também a sua estreia na Alemanha com a ária de bravura “Ah Perfido” de Beethoven e o “Requiem” de Verdi.

Na temporada 2019/2020 será “Butterfly”, “Leonora” em A Forza del Destino, “Musetta” em La Boheme e “Leonora” em Il Trovatore.

Cristiana Oliveira estudou piano e violino desde tenra idade antes de se formar em Canto na ESMAE. Frequentou o Estúdio de Opera de Barcelona, ​​assim como o Opera Studio de Nova York.  Foi vencedora do XIV Concurso Internacional de Interpretação do Estoril, com a sua interpretação de “As Quatro Últimas Canções de Richard Strauss”, e do Prémio Especial do Juri no Concurso Internacional de Canto “Maria Malibran” em Milão.

Posted in 2019, Solistas, Julho – Outubro, Músicos | Tagged | Leave a comment

Joana Soares

Jovem oboísta portuguesa, estuda no Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris na classe de David Walter e Nora Cismondi. É licenciada em Música pela Universidade de Aveiro na classe de Jean-Michel Garetti, tendo anteriormente realizado os seus estudos musicais no Conservatório de Música da Jobra na classe dos professores Jonathan Costa, Jean-Michel Garetti e Ana Madalena Silva.
Vencedora do 3.° lugar no Concurso Internacional “Young Artist Oboe Competition” – IDRS (Espanha), do 1.º lugar na 32.ª edição do Prémio Jovens Músicos (Nível Superior) e do Prémio da União Europeia para as Competições Musicais.
Apresentou-se a solo com a Orquestra Gulbenkian e Orquestra Filarmonia das Beiras, em Portugal.
Nascida a 1997, natural de Vale de Cambra, iniciou os seus estudos aos 5 anos em Requinta, na Sociedade Artística-Banda de Vale de Cambra.
Durante o seu percurso, teve a oportunidade de trabalhar com oboístas de renome tais como David Walter, Christian Wetzel, Jean-Luc Fillon, François Leleux, Nora Cismondi, Frédéric Tardy, Christian Schmitt, Robert Silla, J. M. Poupelin, Louise Pellerin, Ricardo Lopes, Pedro Ribeiro e Samuel Bastos, bem como com maestros como Patrick Davin, Tito Ceccherini, Pierre-André Valade, Julien Leroy, David Walter, Takashi Kondo, Ernst Schelle, Pedro Neves, José Eduardo Gomes, Jan Cober, Andreas Weiß, Marc Lys, António Saiote, José Rafael Vilaplana, Alberto Roque, Alex Shillings, Carlos Marques, Luís Carvalho, Francisco Ferreira, António Vassalo Lourenço e André Granjo, entre outros.
Integrou a Orquestra Sub-21 Capital Europeia da Cultura (Guimarães 2012), a Jovem Orquestra Portuguesa e o Estágio Gulbenkian Orquestra.
Colabora frequentemente com a Banda Sinfónica Portuguesa e já colaborou com Orquestra Sine Nomine, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orchestre de Chambre de la Nouvelle Europe, Orchestre Symphonique et Lyrique de Paris, Orchestre de Colonne e Orchestre Sostenuto.
Laureada em vários concursos como solista, destacam-se o 2.º Prémio na 29.ª Edição do Prémio Jovens Músicos (Nível Médio), os 1.ºs prémios no Concurso Internacional de Sopros “Terras de La-Salette” nas categorias Infantil, Júnior e Sénior, e o “Prémio do Público” e o 1.º lugar (ex-aequo) no Prémio de Interpretação Frederico de Freitas/Universidade de Aveiro.
No contexto da música de câmara, incorporou o agrupamento pentaUnio (quinteto de sopros), com o qual alcançou os 3.ºs lugares no III Concurso Nacional Gilberta Paiva e na 30.ª edição do Prémio Jovens Músicos (Nível Superior).
Destacam-se ainda, a participação no festival Kultur Sommer Nordhessen (Kassel, Alemanha) com a Jovem Orquestra Portuguesa, a participação no World Music Contest (Holanda) com a Banda Sinfónica Portuguesa, gravação do CD “The Ghost Ship” com a Banda Sinfónica Portuguesa e uma turné de 12 concertos na China com a Orchestre de Chambre de la Nouvelle Europe.

Posted in 2019, Solistas, Novembro – Dezembro, Músicos | Tagged | Leave a comment

Lino Monteiro

Lino Monteiro nasceu em Viseu em 1982. Começou os seus estudos musicais frequentando aulas particulares aos 8 anos tento ingressado um ano depois no Conservatório Regional de Música Dr. José de Azeredo Perdigão, na mesma cidade.

Em 2002 terminou o curso complementar de piano na Classe do professor Jorge Martins e continuou os seus estudos musicais no Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares de Almada na Classe dos professores Filipe Pinto Ribeiro e Rosa Maria Barrantes.

Na área da Composição, trabalhou com os compositores José Júlio Lopes, Tomás Henriques e João Nascimento.

Frequentou diversas Masterclasses de Piano, bem como Workshops de Jazz com Pedro Moreira, Música para Cinema orientado por Gabriel Cruz e ainda um Seminário de Música em ambiente Hospitalar com Victor Flusser, em colaboração com a Universidade Marc Bloch.

Recentemente, actuou como solista no VIII Festival Internacional de Música de Mafra, integrado das comemorações dos 300 anos do nascimento do compositor Carlos Seixas, no Centro Colombo celebrando os 250 anos do nascimento de Mozart, no aniversário do centro comercial Oeiras Parque e no Centro Cultural de Cascais, acompanhando ao Piano a peça de Teatro “Menina do Mar”, com Música de Lopes Graça e arranjos de Luís Raimundo.

Actualmente, desenvolve uma intensa actividade na área do ensino, leccionando no Conservatório de Música de Cascais, no Crescendo – Centro Musical e no Centro Musical D. Bosco da Escola Salesiana de Manique.

Posted in Departamento de Música, Professores de Teclas, Direção Pedagógica | Tagged | Leave a comment

Tiago Vicente

Tiago Miguel de Carvalho Vicente, nasceu em Lisboa, em 1983. Iniciou os seus estudos musicais aos 6 anos. Aos 14 anos Tiago Vicente foi estudar para a Escola de Música do Conservatório Nacional onde prosseguiu os seus estudos de Guitarra com o professor Carlos Alberto Ramos Lopes. Durante esse tempo realizou um trabalho de mérito e fortemente reconhecido por os restantes professores do mesmo instrumento.
Em 2002, ingressou no Curso Superior de Guitarra do Instituto Piaget onde teve o prazer de estudar com o professor Dejan Ivanovich. Nesta Universidade foi membro de vários grupos de música de câmara geridos pelo prof. Filipe Pinto Ribeiro e Vasco Gouveia. Actualmente encontra-se a frequentar o mestrado em interpretação guitarristica na Universidade de Évora com o mesmo professor. Durante o seu estudo, tem feito concertos e recitais a solo ou juntamente com orquestra e vários grupos de música de câmara nas mais prestigiadas salas do país.
Simultaneamente com os seus estudos participou em várias master-classes de guitarra com Carlo Marchionne, Marco Socias, Costas Cotsiolis, Darko Petrinjak, Joaquín Clerch, Michalis Kontaxakis, Jorge Luís Garcell, Serafín Arriaza.

Posted in Departamento de Música, Professores de Cordas, Direção Pedagógica | Tagged | Leave a comment

Allan Petker

Compositor com mais de 250 obras publicadas, escreveu também “Choral Questions and Answers”, 5 volumes que constituem parte do currículo escolar e testificam da sua cruzada contra a iliteracia musical. Formado pela California State University, é “Bachelor” em viola de arco e “Master” em voz e direção coral. Tem também desenvolvido trabalho nas publicadoras de música coral como diretor e agora vice-presidente da Fred Bock Music Company, e é dono da Pavane Publishing. Como maestro e consultor, é convidado frequentemente por pu-blicadoras, sociedades corais, festivais corais de igrejas, “honor choirs” estatais e universidades. Formou o Consort Chorale (50 vozes, ativo desde 1994), o Santa Clarita Master Chorale (80 vozes, atividade sazo-nal desde 2004) e Los Cancioneros Master Chorale (60 vozes, ativo desde 2015), com os quais viajou em digressão para a Europa, Rússia e Argentina, e em breve África do Sul. Allan foi presidente da Associação Americana de Músicos de Igreja. Gosta ainda de tocar violino e viola em jam sessions num pub local.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Alto Patrocínio / High Patronage

Patrocinadores / Sponsors

Parceiros / Partnerships

X