Eventos

Allan Petker

Compositor com mais de 250 obras publicadas, escreveu também “Choral Questions and Answers”, 5 volumes que constituem parte do currículo escolar e testificam da sua cruzada contra a iliteracia musical. Formado pela California State University, é “Bachelor” em viola de arco e “Master” em voz e direção coral. Tem também desenvolvido trabalho nas publicadoras de música coral como diretor e agora vice-presidente da Fred Bock Music Company, e é dono da Pavane Publishing. Como maestro e consultor, é convidado frequentemente por pu-blicadoras, sociedades corais, festivais corais de igrejas, “honor choirs” estatais e universidades. Formou o Consort Chorale (50 vozes, ativo desde 1994), o Santa Clarita Master Chorale (80 vozes, atividade sazo-nal desde 2004) e Los Cancioneros Master Chorale (60 vozes, ativo desde 2015), com os quais viajou em digressão para a Europa, Rússia e Argentina, e em breve África do Sul. Allan foi presidente da Associação Americana de Músicos de Igreja. Gosta ainda de tocar violino e viola em jam sessions num pub local.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

David Thye

Apaixonado maestro, professor, palestrante e consultor, e com mais de 35 anos de experiência em direção musical, Thye já trabalhou com inúmeras instituições ligadas à música e à representação, com grupos infantis a músicos profissionais. É professor catedrático de Direção na Southwestern Baptist Theological Seminary, e diretor e maestro do Master Chorale da Fort Worth Symphony Orchestra. É ainda Maestro Associado da MidAmerica Productions. Formado em Pedagogia Musical e Voz na Universidade de Sioux Falls, tendo prosseguido com Mestrado e Doutoramento em Direção na Universidade do Missouri, David Thye é defensor de música sacra de excecional qualidade. Tem sido diretor de música e louvor em três igrejas cuja frequência semanal média é de 5000 pessoas. Atualmente é “ministro da arte do louvor” na First Baptist Church (Justin, Texas). Enquanto inspira excelência pela disciplina e integridade musical, Dr. Thye apresenta consistentemente interpretações vivas com sinceridade, foco e entusiasmo.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Peter Tiboris

De dupla nacionalidade grega e americana, e com uma carreira internacional de quase 40 anos, dos quais 30 em Nova Iorque, é o funda-dor e diretor artístico da MidAmerica Productions, produzindo espetáculos no Carnegie Hall e outras salas de NI, bem como o “Festival of the Aegean” na Grécia e vários concertos na Europa e EUA. É também fundador da Manhat-tan Philharmonic, da gravadora Elysium (com cerca de 30 discos, muitos deles com obras em estreia total) e da MidAm International (que produz concertos na Europa). Já dirigiu 14 das mais importantes orquestras internacionais em 24 países na Europa e Mediterrâneo, bem como nos EUA, Rússia, China e México. O seu trabalho tem sido apreciado pela imprensa nova-iorquina, trazendo às salas da cidade músicos e formações de todo o mundo, e promovendo a divulgação de obras inéditas nos EUA e no mundo. Estudou na Un. de Wisconsin e doutorou-se na Un. de Illinois mas atribui a sua mudança para Nova Iorque como o marco mais significativo na sua carreira musical.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Rui Baeta

Rui Baeta é natural de Faro e inicia os seus estudos musicais no Conservatório Regional do Algarve. Aos 18 anos ingressa na Universidade Nova de Lisboa para estudar História de Arte e continua a estudar Canto no Conservatório Nacional de Lisboa, com Filomena Amaro. Neste ano é admitido no Coro Gulbenkian onde colabora como coralista e cantor solista durante cerca de 10 anos. Com a idade de 20 anos ingressa a Escola Superior de Música de Lisboa para se licenciar em Canto com o Professor Luís Madureira e estudar repertório vocal com os pianistas Nuno Vieira de Almeida e Olga Prats, entre outros.

Já formado, Rui Baeta continuou o seu aperfeiçoamento artístico em instituições de elevado mérito cultural como a Fondation Hindemith na Suíça, a Academie Francis Poulenc em França, com François LeRoux, e a Mozarteum Akademie na Áustria, com Richard Miller.

Em 1999 ganhou o 1.º Prémio do Concurso RDP Jovens Músicos na classe de Música de Câmara – Nível Superior – com o pianista Paulo Pacheco, e foi finalista do Festival e Concurso Internacional de Canto do Canal Mezzo (2008).

Como cantor solista realizou diversos recitais e concertos em Portugal  no estrangeiro, nomeadamente com os pianistas João Paulo Santos, Jeff Cohen, Paulo Pacheco, João Vasco, José Manuel Brandão e  Ruben Alves, em que interpretou canções eruditas (lieder ou melodies) de compositores como Schubert, Schumman, Brahms, Mahler, Fauré, Ravel, Duparc, Poulenc, Falla, Lorca, Tomás Borba, Ruy Coelho, Lopes-Graça, Pinho Vargas e Alexandre Delgado.

A convite de orquestras como a Nacional do Porto, a de Cascais e Oeiras, a Orquestra Clássica do Sul, Orquestra Das Beiras, a Camerata de Lyon e o Ensemble D’Arcos, Sinfónica Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa e a Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian reune um vasto eclético repertório em ópera e oratória do qual se destacam:

O Corvo de Luís Soldado (Ópera-monólogo editada em CD);
Flauta Mágica, Papageno, W. A. Mozart;
La Bohéme, Marcelo, G. Puccini;
I Pagliacci, Silvio, Leoncavallo;
Madama Butterfly, Mr. Sharpless, G. Puccini;
Les Contes D’Hoffmann, Schlemil, J. Offenbach;
Salome, R. Strauss;
Elektra, R. Strauss;
Idomeneo, La Voce, W. A. Mozart;
Bastien e Bastienne, Mestre Colas, W.A. Mozart;
A Tabacaria, Luís Soldado, (editado em CD);
Hänsel und Gretel, Vater, Humperdinck;
Fille du Regiment, Hortensius, G. Donizetti;
Gianni Schichi, Amantio Di Nicolai, G. Puccini;
A Orquídea Branca, José Maria, Jorge Salgueiro;
A Floresta, Sábio Máximo, Eurico Carrapatoso;
El Retablo de Maese Pedro, Don Quixote, M. Falla;
Venus And Adonis, Adonis, J. Blow;
The Three Sisters That Are Not Sisters, Sylvestre, Ned Rorem;
Der Kaiser Von Atlantis, Der Kaiser, Viktor Ullman;
As Variedades de Proteu, Rei Ponto, António Teixeira (editado em CD);
Eines Fahrenden Gesellen, de G. Mahler;
La Risurrezione di Cristo, de L. Perosi;
Triumphs Lied, de Brahms;
Carmina Burana, de Karl Orff;
Reset, Vasco Mendonça;
Ein Deutsches Requiem, Brahms;
Petite Messe Solennelle, Rossini;
Requiem, Fauré;
Requiem, Bontempo;
Johannes PassionWeinachts Oratorium de J.S. Bach;
Missa Grande de Marcos de Portugal (editado em CD)

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Eilana Lappalainen

A fino-canadiana Eilana Lappalainen tem sido amplamente apreciada pela crítica nas cerca de trinta óperas que já interpretou em papéis de destaque. Tem também profusa experiência nos grandes clássicos do repertório sacro para solistas, coro e orquestra, bem como com obras contemporâneas. Presença frequente no Carneggie Hall, já se apresentou em mais de dez obras nesta sala. Interpretou também importantes papéis em mais de trinta salas de espetáculo de referência por todos os EUA e Europa, bem como em Israel, China, Japão e México.
Eilana gravou “Zanetto” de Mascagni com Jennifer Larmore e “Mahler Songs” a solo, estando para breve o lançamento de mais um CD, “Dramatic Divas”. Para além da sua carreira internacional como cantora, desempenha cargos de direção no “Festival of the Aegean” (Grécia),”Greek Opera Studio”, “Berlin Opera Studio”, “MidAmerica Productions” e “MidAm International”, entre outros. Lecciona ainda aulas de canto particulares em Berlim.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Marta Menezes

Vencedora do 1.º Prémio no Concurso Beethoven no Royal College of Music (Londres, 2013) e no Concurso Internacional de Piano de Nice Côte D’Azur “Simone Delbert-Février” (2013), Marta Menezes conta ainda com outros prémios em concursos internacionais em Portugal, Espanha e França. Recebeu, em 2014, a “Medalha de Prata de Valor e Distinção” pelo seu percurso enquanto pianista, atribuída pelo Instituto Politécnico de Lisboa.

Apresenta-se regularmente em recital, a solo e em música de câmara, tendo actuado em diversos países na Europa, em Cabo Verde e nos Estados Unidos. Das temporadas mais recentes, destacam-se os seus recitais no Centro Cultural de Belém, na Rádio Antena 2, na Chopin Society of Connecticut (EUA), no Festival Lisboa Estoril e no Festival Internacional de Música de Gaia. Em 2017, Marta apresentou-se pela primeira vez na China, numa série de oito concertos em seis diferentes cidades, que terminou com dois concertos de lotação esgotada em Pequim.

Como solista, colaborou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orchestre Régional de Cannes, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa, Camerata MusArt, Camerata Amicis e Student Orchestra da Jacobs School of Music (Universidade de Indiana), sob a direcção dos maestros Pedro Neves, Nicolas Simon, Nikolay Lalov, Vasco Azevedo, Gareguin Aratiounian, Carlos Silva e Louis Lohraseb.

Marta tem um papel activo na divulgação da música portuguesa em Portugal e no estrangeiro. Fez a estreia de várias obras de compositores portugueses contemporâneos e desenvolveu vários projectos dedicados a este repertório.

Em 2015 editou o seu primeiro CD, com o apoio da Fundação GDA, com obras de L. v. Beethoven e F. Lopes-Graça, que recebeu o prémio Global Music Award nos EUA: “Silver Medal – Outstanding Achievement” nas categorias de classical piano e emerging artist, tendo sido também eleito fan favorite.

Marta fez a Licenciatura na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe do pianista Miguel Henriques. Prosseguiu os seus estudos no Mestrado em Música na mesma instituição, sob a orientação de Miguel Henriques e Jorge Moyano, onde concluiu o curso com a classificação máxima. Em 2013, terminou com Distinção o seu segundo mestrado – Master of Performance – no Royal College of Music em Londres, na classe do pianista Dmitri Alexeev, tendo estudado previamente com Andrew Ball.

Enquanto doutoranda na Universidade de Indiana – Jacobs School of Music, Estados Unidos, trabalhou com o pianista Arnaldo Cohen. Encontra-se de momento a residir em Portugal e a preparar o seu trabalho final de Doutoramento, intitulado “Obras para Piano e Orquestra de Compositores Portugueses”.

Posted in 2019, Julho – Outubro, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Concertos Didáticos no Museu da Música Portuguesa

A Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, em parceria com o Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria, realiza concertos didáticos para alunos das diferentes escolas que visitam o museu. Nestes concertos, os alunos assistem a uma demonstração de instrumentos, ouvem histórias interessantes sobre compositores e aprendem como se compõe uma peça musical. Em conversa com os músicos, os alunos satisfazem a sua curiosidade sobre vários aspectos ligados à música, sobre os instrumentos e muito mais.
As sessões são dirigidas pelo M.º Nikolay Lalov.

Horário

Todas as terças-feiras durante o ano letivo, às 10:00 e às 14:00 horas. Duração de cada sessão: ±60 minutos

Marcações:
[email protected]
+351 214 815 904
Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria
Av. de Sabóia 1146, Monte Estoril
2765 -580 Estoril

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias | Leave a comment

Audições Orquestra Juvenil de Cascais

No ano em que Cascais foi a Capital da Juventude (2018), o Conservatório de Música de Cascais, em parceria com a Câmara Municipal de Cascais e a Escola Frei Gonçalo de Azevedo, iniciaram um grande projeto:

ORQUESTRA JUVENIL DE CASCAIS

Esta orquestra tem por objetivo permitir a todos os jovens que residem em Cascais ou estudam no concelho, iniciar uma aventura que pode mudar as suas vidas. A tocar numa grande orquestra com a possibilidade de executar algumas das obras mais emblemáticas do património musical, junta-se a possibilidade viajar, fazer amigos e partilhar momentos com músicos profissionais de renome nacional e internacional.

Se tens 14 anos, tens talento e sabes tocar um instrumento de orquestra, este é o momento ideal para te candidatares!

Audições
Inscreve-te já para as audições a decorrer no dia 3 de Julho no Conservatório de Cascais!
Deverás apresentar duas peças contrastantes com a duração máxima de 10 minutos. O Conservatório não disponibiliza acompanhador.

Inscrições até 15 de Junho no formulário em baixo ou na Secretaria do Conservatório.

Mais informações através dos contactos:
+351 214 643 460
[email protected]

INSCRIÇÃO

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Open day Conservatório 2019

No dia 25 de Maio, o Conservatório de Cascais abre portas para todos os curiosos da música e da dança! Gostavas de aprender um instrumento? Ou o teu mundo é a dança? No OPEN DAY poderás experimentar instrumentos e ficar a conhecer quais as aulas de dança que podes frequentar no Conservatório de Cascais.

PROGRAMA
15:00 Concerto de apresentação dos instrumentos musicais de cordas, sopros, percussão e classe de Dança. Apresentado por professores do Conservatório e músicos da OCCO.

16:00 Ateliers. Aqui poderás experimentar vários instrumentos e modalidades de Dança com a ajuda dos professores.

INSCRIÇÕES

Indica o teu nome e as aulas a que desejas assistir neste dia por um dos seguintes contactos:
[email protected]
[Conservatório de Música de Cascais] 21 464 34 60
[Conservatório – Depto. de Dança] 21 468 24 04 (a partir das 16h00)

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias, Conservatório | Leave a comment

João Fatela

João Fatela estuda no Instituto Gregoriano de Lisboa desde 2008, onde completou o 8.º grau de violoncelo em 2016. Desde então, frequenta o curso secundário de canto gregoriano na classe de Técnica Vocal de Armando Possante. Foi distinguido com o 1.º e 2.º prémios nos Concursos de Canto do IGL (2017 e 2018, respectivamente) e, em Abril de 2018, foi finalista no Concurso Internacional Cidade de Almada (nível I).
Interpretou os papéis de Pastore e Spirto na ópera L’Orfeo de Claudio Monteverdi, sob a direcção musical de Hernán Schvartzman, numa produção da companhia Muziektheater Transparant de Antuérpia em Agosto de 2017. Já interpretou também papéis como Adonis (Venus and Adonis, de John Blow) e Orfeo (L’Orfeo, de Claudio Monteverdi) em workshops de ópera do IGL. Em Dezembro de 2018 interpretou os papéis de Fiorello e Ufficiale na ópera Il barbiere di Siviglia de Rossini, apresentada no Auditório Viana da Motta da Escola Superior de Música de Lisboa.
Foi coralista no Coro Juvenil da Universidade de Lisboa durante 2015 e é, desde 2013, membro do Coro de Câmara do IGL. É igualmente membro do Coro Gregoriano de Lisboa desde Outubro de 2018, e do Coro da Fundação Calouste Gulbenkian desde Novembro do mesmo ano, tendo já participado na 3.ª Sinfonia de Karol Szymanowsky e na estreia em Portugal da obra Triumf att finnas till de Magnus Lindberg.
No seu modesto percurso artístico, João Fatela teve a oportunidade de trabalhar com maestros como Paul McCreesh, Lorenzo Viotti e Hannu Lintu. Apresentou-se em diversos palcos, entre os quais o Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, e o Grande e o Pequeno Auditórios do Centro Cultural de Belém.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Filipe Quaresma

Filipe Quaresma,  é “…um dos mais interessantes músicos portugueses da actualidade” (Jornal Público) e tem uma “….forma precisa e soberbamente articulada de tocar, cheia de paixão e bastante contemplativa…” (The Strad Magazine).

Concilia a sua intensa carreira a solo e de música de câmara com a atividade de professor de violoncelo na ESMAE – IPP, o lugar de primeiro violoncelo na Orquestra Barroca da Casa da Música (CdM) e do Darcos Ensemble, o Remix Ensemble CdM, o Sond’Ar-te Electric Ensemble e a Orchestre Révolutionnaire et Romantique de Sir John Eliot Gardiner.

Já se apresentou nas principais salas portuguesas e europeias, entre as quais se destacam Casa da Música, Fundação Gulbenkian, CCB, Philharmonie de Paris, Berliner Philharmoniker, Royal Albert Hall, Wigmore Hall, Concertgebouw, Tonhalle Zürich, Wiener Konzerthaus, Musikverein, Philharmonie Luxembourg e Palau de la Musica de Barcelona, trabalhando com os mais prestigiados músicos portugueses e estrangeiros da actualidade.

Estudou na EPABI (Covilhã) com Rogério Peixinho, na Royal Academy of Music (Londres) com David Strange, Mats Lidström, e na Scuola di Musica di Fiesole (Itália) com Natalia Gutman. Ao longo da sua carreira obteve vários prémios e bolsas de estudo de prestígio nacional e internacional, sendo de destacar o título ARAM (Associate Royal Academy of Music) atribuído em 2010.

Recentemente lançou o disco“Sonatas for cello and piano” (2017) com o pianista António Rosado e, pela etiqueta norte-americana ODRADEK, o CD com o Concerto para violoncelo e orquestra de Luís Tinoco, gravado ao vivo na sua estreia no CCB em 2017.

Filipe Quaresma toca com um violoncelo de Christian Bayon e um violoncelo barroco de António Capela.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Mariano García

“Concertista maduro, profundo e sensível. Um artista em plenitude.”
“Mariano García é dotado dessa personalidade característica que distingue os melhores instrumentistas”. – Justo Romero
Músico versátil, Mariano García tem a capacidade de soar de forma diferente em cada trabalho que realiza, cuidando das particularidades de cada partitura sem perder sua personalidade própria. A sua carreira é multifacetada como solista, e como músico de câmara e de orquestra, e todas as facetas se enriquecem mutuamente.
Tem-se apresentado em concertos nas principais cidades de Espanha, França e Itália, atuando em palcos como o Auditório Nacional em Madrid, o Palau de la Música ou Auditorio de Zaragoza. Já trabalhou com maestros como Zubin Mehta, Juanjo Mena, Pinchas Steinberg e Fabio Biondi, e participou em festivais como o Autumn Musical Soriano, o Festival Internacional de Cagnes-sur-Mer e o Festival Internacional de Música de Deià.
Como solista tem interpretado as grandes obras escritas para violoncelo e orquestra de Haydn, Beethoven, Schumann, Saint-Säens, Dvorák e Tchaikovsky.
Apaixonado pela música de câmara, foi membro fundador do Trio Mendelssohn com o qual ganhou o Prémio Nacional de Música de Câmara “Juventudes Musicais de Espanha” e é, actualmente, membro do Trio Rebek, que trabalha regularmente com uma colecção de Stradivarius emprestados pelo prestigiado luthier parisiense, Claude Lebet.
Com a EMI, gravou as integrais para violoncelo solo e violoncelo com piano de Joaquín Rodrigo.
Estudou com os professores Lluís Claret e Asier Polo, e frequentou o Conservatório Superior de Música de Valência, onde obteve nota máxima em violoncelo e música de câmara. Recebeu ainda a tutoria de artistas como Mirolslav Rostropovich, Charles Tunell e Stefan Popov.
Atualmente, combina a sua actividade em recitais e como solista de orquestra com o seu trabalho como professor solista na Orquestra de Valência e com projectos de música de câmara.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Jorge Nava

A admiração da crítica especializada e a estima do público reafirmam Jorge Nava como uma das maiores promessas do mundo do piano espanhol.
Nascido em Santander, iniciou seus estudos musicais com Irina Efanova no Conservatório Nacional de Música da Bolívia. Posteriormente, estudou com Stanislav Pochekin no Conservatório Liceu em Barcelona e com Dmitri Alexeev no Royal College of Music de Londres. Durante a sua carreira, recebeu bolsas da Obra Social “La Caixa”, da Fundação Botín, da Associação dos Artistas de Espanha e do Royal College of Music.
Participou em várias Masterclass com grandes pianistas como Boris Berman, Nino Kereselidze, Mikhail Voskresensky, Lang Lang, Natalia Trull, Michel Beroff, Jacques Rouvier, Joaquín Soriano entre outros.
Jorge recebeu inúmeros prémios internacionais, entre os quais se destacam: Intercentros Melómano, Concurso Infanta Cristina, Concurso Permanente de Juventudes Musicales, Concurso Internacional de Ibiza, Manhattan International Concurso, Concurso Internacional “María Canals”, Concurso Internacional “Premio Iturbi “, Concurso Internacional” Premio Jaén”, Concurso Internacional “Santa Cecília”, entre outros.
Como solista colaborou com a Orquestra Sinfónica Nacional da Bolívia, Orquesta del Conservatório do Liceu, Orquestra e Coro da RTVE, Orquestra Filármonica de Madrid, Orquestra Sinfónica da Região de Múrcia, Orquestra de Valência, Orquestra Cidade de Granada, Orquestra da Costa Atlântica e Orquestra Filarmónica de Medellín.
Actuou em locais como Palau de la Música Catalana, Auditório Nacional de Música, Auditório Manuel de Falla, Palácio dos Festivais, Casa da Música, Amarílis Fleming Concert Hall, e em países como Bolívia, Chile, Colômbia, Alemanha, Espanha, França, Holanda, Portugal, Inglaterra, Itália e Malta.
Participou em diversos ciclos e festivais de prestígio, como o Festival Internacional de Santander, Festival de Segovia, Festival de Música Espanhola de Cádiz, Outono Musical Soriano, Festival de Úbeda, Festival Internacional de Música de Medellín, Festival Félix Mendelssohn e Festival des Lumieres, entre outros.
Como músico de câmara, é membro fundador do Trio Bruckner e do Casablanca Trio.
Partilhou o palco com músicos como Alexander Rudin, Mariano García, Aliya Vodovozova, Trio Bacarisse, Quarteto Breton e o Quarteto Cosmos, entre outros.
O seu primeiro álbum “Russian Portraits”, publicado pela Orpheus Classical, inclui obras de Mussorgsky, Rachmaninoff e Prokofiev.
Tem performances suas difundidas pela RNE, Música da Catalunha, TVE e TV3.

Posted in 2019, Abril – Junho, Solistas, Músicos | Tagged | Leave a comment

Musicando 2019 – Inscrição

Musicando 2019 – uma semana de atividades de 1 a 5 de Julho a pensar nos mais entusiastas pela música. Para participantes de idades compreendidas entre os 6 e os 11 anos, todos os dias será preparado um programa que depois será apresentado no último dia aos pais.

Esta será uma oportunidade muito especial para as crianças poderem estar em contacto com a prática da música e da dança, no melhor de uma experiência de trabalho em equipa.

A inscrição deverá ser completada até dia 11 de Junho na Secretaria com o respetivo pagamento, e as vagas serão atribuídas por ordem de inscrição.


Programa diário

1 a 4 de Julho (segunda a quinta)
9:00
Receção aos alunos
9:30 Boomwhackers
11:00 Orff
12:30 Almoço (os participantes deverão trazer de casa)
13:15 Jogos no Jardim do Conservatório
14:15 Coro
15:15 Lanche
15:30 Dança
17:00 Fim das atividades

Especial Sexta dia 5
9:00
Receção aos alunos
9:30
Ensaio
12:30
Almoço (os participantes deverão trazer de casa)
13:15
Jogos no Jardim do Conservatório
14:15
Ensaio
15:15
Lanche
15:30
Ensaio
17:30 
Apresentação aos pais


Valor: 110€

Este valor deverá ser pago no acto de inscrição. Inclui:

90 minutos diários de Boomwhackers
45 minutos diários de Coro
45 minutos diários de Instrumental Orff
90 minutos diários de Dança
Lanche diário
Apresentação final aos pais (Sexta dia 5, às 17h30)


Roupa:

Os participantes deverão trazer roupa confortável (p. ex. fato de treino) e sapatilhas ou ténis de interior.


Formulário de inscrição

Esta inscrição é apenas válida mediante o respetivo pagamento na Secretaria do Conservatório de Cascais, até dia 11 de Junho.

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias | Leave a comment

Audições Coro de Câmara do Conservatório de Cascais

O Coro de Câmara do Conservatório de Cascais está com portas abertas para novos membros!
As audições são destinadas a coralistas amadores experientes que irão usufruir de formação de qualidade em instalações com as melhores condições, e de parcerias com os músicos da OCCO e do Conservatório. Junte-se a este grupo e venha viver a experiência coral!

Audições
Inscreva-se para as audições a decorrer no dia 21 de setembro às 14h00 no Conservatório de Cascais!
Peça a preparar: Afternoon on a Hill (download aqui)

Ensaios
Sábados das 14h30 às 16h30
Valor Mensal: 20€

Mais informações através dos contactos:
+351 214 643 460
[email protected]

Posted in Notícias - Conservatório, Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Música Nova 2019 – Convite a Compositores

A Música Nova está de volta. Numa iniciativa anual que visa promover novas obras de compositores contemporâneos, a OCCO abre concurso a todos os compositores. A OCCO oferece assim a possibilidade aos compositores de verem as suas obras executadas no recital Música Nova, no qual o público e os músicos votarão no compositor residente para o ano de 2020.

Todos os compositores interessados deverão enviar as suas obras para [email protected]t até 20 de Setembro de 2019 para serem apreciadas pela Direção Artística. Na proposta deverá constar 1) a duração da peça, 2) os instrumentos requeridos e 3) a partitura geral. Os compositores selecionados poderão enviar as partes posteriormente, até 30 de Setembro de 2019.

As propostas deverão ter em consideração os seguintes parâmetros:
• Número máximo de músicos: 5
• Duração – 5 a 15 minutos;
• Instrumentos: escolher entre sopros, canto e/ou piano.

As obras selecionadas serão apresentadas no recital anual Música Nova, dias 16 de Novembro às 18h (Museu da Música Portuguesa) e 23 de Novembro às 18h (Palácio Marquês de Pombal).

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Audições OCCO 2019

A Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras irá realizar audições no dia 15 de Julho.
Data limite das candidaturas: 1 de Julho.
A hora da prova será comunicada dia 5 de Julho.

Estão abertas as seguintes vagas para Músicos Profissionais:

Membro efectivo:
Viola Solista A

Reforços:
Violino tutti
Viola tutti
Violoncelo tutti
Contrabaixo tutti

Harpa (para orquestra e professor do Conservatório)

Obras a Executar
● 
Um andamento de um concerto clássico
● Uma peça ou andamento de concerto de caráter contrastante
● Três excertos de repertório de orquestra à escolha do candidato
● Leitura à primeira vista

A OCCO não disponibiliza acompanhador.

Os candidatos deverão preencher o formulário da candidatura em baixo. Em caso de dúvida, contacte a Secretaria da OCCO: +351 214 643 461


Inscrição

Documentos Anexados

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Xavier Ribeiro

André Xavier Cruz Ribeiro iniciou os seus estudos musicais aos 7 anos de idade na Escola da Associação Banda dos Bombeiros Voluntários de Esposende – Antas, na classe de Formação Musical do Prof. Gonçalo Jaques.
Em 2002 ingressou na Escola Profissional de Música de Viana do Castelo onde iniciou os seus estudos em Trombone nas classes dos Professores Feliciano Morales, Fernando Baptista e finalmente de Gonçalo Dias. Durante a sua formação na EPMVC, contactou com maestros de renome nacional e internacional através de estágios de orquestra sinfónica e de sopros: Miguel del Castillo, Javier Viceiro, Ernest Schelle, Josep Vicent, Kevin Wauldron, Osvaldo Ferreira, Julián Lombana, Paulo Benardino, Vasco Pearce de Azevedo, Roberto Perez e Paulo Martins.
Frequentou masterclasses de trombone com Simon Cowen, Jarret Butler, Alberto Urretxo Zubillaga, Severo Martinez, Hugo Assunção, Jon Etterbeek, Rui Fernandes, e ainda masterclasses de música de câmara com Pierre Dutot e Olga Prats.
Participou na Orquestra de Sopros APROARTE em 2007, sob direcção de Kevin Wauldron, sendo selecionado no ano seguinte para o 9.º Estágio Nacional da Orquestra Sinfónica APROARTE, sob direcção de Ernest Schelle.

Em 2008 ingressa na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo na Classe dos professores Severo Martinez e David Silva, contactando aí com músicos como Sérgio Carolino e António Saiote. Colaborou com a Big Band da ESMAE sob direcção de Pedro Guedes e Paulo Perfeito, e frequentou workshops nesta área orientados por George Colligan (piano), Michael Blake (sax-tenor), Jaleel Shaw (sax-alto), Josh Ginsburg (contrabaixo) e Ej Sticklan (bateria) – “George Colligan Quintet” no “Guimarães Jazz 2009”, e ainda com Ralph Alessi (trompete), Tony Malaby (sax-tenor), Mark Ferber (bateria), Drew Gress (contrabaixo) e Andy Milne (piano) no “Guimarães Jazz 2011”.

Após concluir a licenciatura em Música – Trombone na ESMAE em 2011, ingressou na Licenciatura em Jazz da Escola Superior de Música de Lisboa na classe do professor Lars Arens. Colabora desde 2011 com Orquestra de Jazz do Hot Club de Portugal, sob direcção de Pedro Moreira e Luís Cunha, tendo com ela partilhado o palco com nomes como Mário Laginha, Chris Kase, Rainer Tempel, John Ellis, Joe Lovano e Miguel Zenon. Em 2013 fez parte de “Dance Bailarina, Dance”, uma produção da Companhia Nacional de Bailado, com coreografia e direcção de Clara Adermatt, música de João Lucas e direcção musical de Pedro Moreira.

Colaborou também com vários projectos como “Reunion Big Jazz Band”, sob direcção de Johannes Krieger e com a qual gravou o álbum “Oija”, e “Tora Tora Big Band”, com direcção artística de Lars Arens. Também fez parte da orquestra que acompanhou o saxofonista Benny Golson na sua passagem por Portugal em 2014. Em 2015 gravou com o projecto “L.A. Banda Larga”, também sob direcção artística de Lars Arens. Tem sido convidado a colaborar nos programas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras desde 2017.

É docente no Conservatório das Caldas da Rainha desde 2014.

Posted in Orquestra, Sopros, Trombone, Sinfónica | Tagged | Leave a comment

Amigos da OCCO

Recompensamos o nosso público fiel com o que temos de melhor!

Ao longo dos 20 anos de existência da OCCO, uma parte do seu público tornou-se habitual, assistindo regularmente aos espetáculos e acompanhando as restantes atividades da OCCO nas áreas artística e pedagógica. A OCCO pretende agora recompensar o seu público oferecendo a oportunidade de pertencer ao clube Amigos da OCCO.

Os Amigos da OCCO usufruirão de uma ligação mais próxima com a OCCO e acesso garantido aos espetáculos ainda antes dos bilhetes serem colocados à venda. O clube Amigos da OCCO terá um encontro anual com os membros da orquestra e um concerto anual exclusivo para os Amigos da OCCO em Novembro.

Os Amigos da OCCO serão também embaixadores da OCCO, contribuindo na divulgação do trabalho desenvolvido pela OCCO nas suas áreas de influência.

Membros

Prata

120€/ano
20 vagas

Inclui:
8 concertos OCCO
2 concertos Sinfónica
8 recitais OCCO e OCCO Convida
Entrada nos ensaios gerais da OCCO
1 CD autografado

Ouro

180€/ano
10 vagas

Inclui:
12 concertos OCCO
4 concertos Sinfónica
10 recitais OCCO e OCCO Convida
Entrada nos ensaios gerais da OCCO
1 CD autografado
Exemplar do livro 20 Anos da OCCO (a ser publicado em 2019)
50% de desconto na matrícula de um familiar direto (filho/neto) no Conservatório de Cascais (para aulas de música e/ou dança)

Premium

250€/ano
10 vagas

Inclui:
Lugar em todos os concertos OCCO
Lugar em todos os concertos Sinfónica
Lugar em todos os recitais OCCO e OCCO Convida
Entrada nos ensaios gerais da OCCO
1 CD autografado
1 DVD de um dos concertos realizados na temporada
Exemplar do livro 20 Anos da OCCO (a ser publicado em 2019)
Direito a propor duas obras de música de câmara à OCCO, a incluir na temporada de 2020
50% de desconto na matrícula de um familiar direto (filho/neto) no Conservatório de Cascais (para aulas de música e/ou dança)

Inscrição

Para aderir ao clube Amigos da OCCO apenas precisa de se inscrever no formulário em baixo ou por telefone. Após receção do comprovativo de pagamento da quota anual, o membro ganha imediatamente o direito a todos os privilégios que subscreveu. Receberá também um cartão de membro que deverá apresentar para poder receber os acessos, bilhetes e descontos.

As inscrições serão consideradas por ordem da data de recepção do pagamento, sendo aí atribuído um número de cartão. Caso as vagas para a modalidade pretendida estejam preenchidas, o membro poderá optar por uma outra modalidade que ainda tenha vagas.





Após o envio do formulário, aguarde por favor o envio dos dados para pagamento por email.

Os Membros Ouro e Prata deverão informar a Secretaria por telefone quanto aos espetáculos que escolheram. Poderão fazê-lo duas semanas antes de cada evento escolhido.

Posted in Notícias - Occo, Notícias | Leave a comment

Trio Adamastor

Constituído por Francisco Henriques no violino, Pedro Massarrão no violoncelo e José Pedro Ribeiro no piano, o Trio Adamastor surgiu em 2016 como um dos grupos da classe de Música de Câmara do professor Paulo Pacheco na Escola Superior de Música.

Para além de ter sido orientado desde o início pelo professor Paulo Pacheco, este Trio com piano teve também oportunidade de trabalhar com os professores Miguel Henriques, José Massarrão e Paulo Gaio Lima.

Até à data presente, o Trio tem-se apresentado em várias salas do País das quais se destacam o Auditório Vianna da Mota, o Centro Cultural de Cascais e a Casa da Música, procurando sempre interpretar repertório com o máximo de abrangência tocando obras de compositores desde W. A. Mozart a autores contemporâneos como Arvo Pärt e Vasco Mendonça.

Ganhou recentemente o primeiro prémio na categoria de Música de Câmara nível Superior do Prémio Jovens Músicos.

Francisco Henriques

Começou os seus estudos musicais aos 6 anos, tendo como professor de violino o Professor Gareguin Aroutiounian. Paralelamente foi mantendo uma actividade coral regular.

Presentemente frequenta, na Escola Superior de Música de Lisboa, o 1º ano de Mestrado em Ensino de violino e o 2º ano de Licenciatura em Canto na classe da Prof. Sílvia Mateus, participando simultaneamente em diferentes agrupamentos da ESML dos quais se destaca o ensemble do Estúdio de Ópera e a Camerata Gareguin Aroutiounian entre outros.

Tem-se dedicado também com grande interesse ao trabalho de Música de Câmara tendo ganho na edição de 2017 do Prémio Jovens Músicos o primeiro prémio na categoria de Música de Câmara Nível Superior. Forma juntamente com Pedro Massarrão no violoncelo e José Pedro Ribeiro no piano o Trio Adamastor, agrupamento com o qual obteve este prémio.

Francisco Henriques tem-se apresentado com o restante Trio Adamastor e como solista tanto em violino como em canto em diferentes salas como o CCB, o Palácio Foz, o Convento do Carmo, Igreja de S. Roque, Palácio Nacional da Ajuda, o Grande Auditório Vianna da Motta, o S. Luis, a Casa da Música e o Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian.

Pedro Massarrão

Iniciou os seus estudos musicais em 2003 na classe da professora Teresa Portugal na Escola de Música do Conservatório Nacional. Em 2011, prossegue os estudos com a professora Sofia Gomes ingressando em 2013 na classe do professor Luís Sá Pessoa. Frequentou diversas masterclasses com professores como Paulo Gaio Lima, Michel Strauss, Levon Mouradian e Susanne Müller-Hornbach. Participou, também, em estágios de orquestra como a OCPzero e JOP. Concluiu o secundário na EMCN sendo posteriormente admitido na Escola Superior de Música de Lisboa.

José Pedro Ribeiro

José Pedro Ribeiro, nascido em 1995, iniciou os seus estudos musicais aos 11 anos na Academia de Música da Sociedade Filarmónica Vizelense e concluiu o curso complementar de piano na Academia de Música Valentim Moreira de Sá, com a professora Ingrid Sotolarova com a classificação máxima.

Realizou masterclass com os pianistas Miguel Borges Coelho, Luís Filipe Sá, Ana Raquel Rosa e foi aconselhado por Christian A. Pohl, Luis Pipa, Sofia Lourenço e Madalena Soveral.

A nível internacional, apresentou-se no Antonin Dvorak Sal na República Checa e, a nível nacional, no Centro Cultural de Belém (CCB) em Lisboa, na Casa da Música no Porto, no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Cascais. Foi também convidado para participar no 1o Festival Internacional de Piano de Amarante.

Em 2017, obteve o 1o prémio (Nível superior) do Concurso de Piano da Póvoa de Varzim e o 1o prémio de música de câmara (Nível Superior) no Prémio Jovens Músicos com o Trio Adamastor.

Gravou por diversas vezes para a Antena 2 tendo também já passado por diversas vezes no Concerto Aberto da mesma emissora. Atualmente, frequenta o 3o ano de Licenciatura na classe do pianista e professor Miguel Henriques e na classe de música de câmara do professor Paulo Pacheco.

Posted in 2019, Janeiro – Março, Solistas, Músicos | Leave a comment

Alto Patrocínio / High Patronage

Patrocinadores / Sponsors

Parceiros / Partnerships

X