Eventos

Voltar

Morta Grigaliūnaitė

“Nada intimida a brilhante Morta Grigaliūnaitė.” – Diapason Magazine

Com actuações transmitidas ao vivo em 40 países através do canal de música clássica Mezzo, a pianista lituana Morta Grigaliūnaitė afirmou-se como uma ativa solista e pianista de música de câmara.

Em 2019, lança o seu álbum de estreia, intitulado “Bacewicz Piano Music”, que continua a receber excelentes críticas pela sua interpretação das obras para piano de Grażyna Bacewicz. Descritas pela crítica como “poderosas e dramáticas”, as suas gravações foram apresentadas na BBC Radio 3, e mereceram destaque nas revistas Fanfare e Diapason.

Morta Grigaliūnaitė chamou a atenção do público pela primeira vez em 2005, quando actuou na Sala de Concertos “Filarmónica Nacional da Lituânia”, em Vilnius, a convite de Mstislav Rostropovich. Desde então, actuou como solista com diversas orquestras prestigiadas, como a Orquestra Sinfónica Nacional da Lituânia, a Orquestra de Câmara de São Cristóvão, a Orquestra de Câmara da Lituânia, a Orquestra de Câmara do Estado da Geórgia, a Orquestra Sinfónica do Estado da Lituânia e a Orquestra de Câmara do Estado do Azerbaijão. A pianista lituana atuou em salas de espetáculos um pouco por todo mundo, entre as quais se destacam: Berliner Philharmonie, Wigmore Hall, Kings Place, St. John’s Smith Square, Sede da UNESCO, em Paris, National Galery, em Londres, Palácio de Festivales de Cantabria, em Santander, Centro de Artes de Batumi, na Geórgia, e Salão Filarmónico do Estado do Azerbaijão, em Baku. Morta Grigaliūnaitė actuou com ilustres artistas, como o renomado professor de violino Zakhar Bron, o ex-oboísta principal da Filarmónica de Berlim, Hansjörg Schellenberger, e Valentin Erben, membro fundador do Quarteto Alban Berg.

Morta Grigaliūnaitė teve a sua primeira aula de piano na sua cidade natal, Pasvalys. Depois de conhecer Mstislav Rostropovich, que a encorajou a seguir uma carreira musical, ingressou na Escola Nacional de Artes M. K. Čiurlionis, em Vilnius. Aos 16 anos, Morta Grigaliūnaitė mudou-se para o Reino Unido para estudar com William Fong na Purcell School of Music e logo depois recebeu uma bolsa integral na Royal Academy of Music de Londres, onde estudou com Hamish Milne. Formada com Honras de Primeira Classe, ao longo do seu tempo em Londres, Morta Grigaliūnaitė recebeu várias distinções atribuídas a estudantes de excelência, bem como diversos prémios em concursos de solistas e de música de câmara. Durante este período, foi gentilmente apoiada pela Rostropovich Help and Support Foundation e pela Fundação Michel Sogny. Os seus estudos posteriores ocorreram na Hochschule für Musik und Tanz Köln e na Escuela Superior de Música Reina Sofia, em Madrid, onde foi aluna de Claudio Martínez Mehner e Dmitri Bashkirov. Actualmente, é professora de piano na Purcell School of Music, em Londres, a mais antiga escola de música da Grã- Bretanha.

Alto Patrocínio / High Patronage

X