Eventos

Voltar
Meio Soprano

Alexandra Calado

Alexandra Calado concluiu o curso de Teatro – Interpretação da Academia Contemporânea do Espectáculo antes de ingressar na Universidade de Aveiro na classe da Soprano Isabel Alcobia, onde concluiu a Pós-Graduação em Performance. Tem-se apresentado em concerto interpretando as obras Oratória de Natal de C. Saint-Saëns, a Cantata Ach das ich Wassers gnug hätte de J. C. Bach, Stabat Mater de G. Pergolesi, Stabat Mater e Gloria de A. Vivaldi, O Messias de G. Händel, Messe de Minuit e Te Deum de M. A. Charpentier, The Armed Man de K. Jenkins, Requiem, Vesperae Sollennes de Confessore e Missa da Coroação de W. Mozart; Oratória da Páscoa, Oratória de Natal e Paixão Segundo São Mateus de J. S. Bach, Chichester Psalms de L. Bernstein, Spanische Liebeslieder de R. Schumann e Requiem de Duarte Lobo. Cantou o papel de David na oratória Saul de Händel, dirigida por Brian MacKay.

O seu repertório de ópera inclui Orfeo (Orfeo ed Euridice) de Gluck, Cornelia (Giulio Cesare) e Amastre (Xerxes) de Händel, Dido e Sorceress (Dido e Eneias) de H. Purcell, a 3ª Dama (A Flauta Mágica) de Mozart, La Ciesca (Gianni Schicchi) e Zia Principessa, Badessa e Maestra delle Novizie (Suor Angelica) de Puccini, The Old Lady (Candide) de Bernstein e Orlofsky (Die Fledermaus) de J. Strauss. No âmbito da ópera para crianças, estreou os papéis de Mãe em A Árvore dos Sonhos de J. M. Oliveira sob a direcção de Kamen Goleminov e encenação de Mário Moutinho e Monstra de A Coragem e o Pessimismo de Jorge Salgueiro, com encenação de Guilherme Mendonça e direcção musical de António Vassalo Lourenço. No Teatro Nacional S. João interpretou Ariel em A Tempestade de Shakespeare dirigida por Silviu Purcarete. No Teatro do Campo Alegre fez parte do elenco da comédia musical Porto em Directo de Cláudio Hochmann e Carlos Azevedo e Os Saltimbancos de Chico Buarque, com encenação de Gabriel Vilella e direcção musical de Ernani Maletta. Estreou A Dama Pé-de-Cabra a partir do conto homónimo de Alexandre Herculano. Apresentou-se como Babette no musical O Mundo Mágico de a Bela e o Monstro nos Teatros Aveirense e José Lúcio da Silva.
No Teatro Carlos Alberto fez parte do elenco de Porto São Bento, uma encenação de Nuno Cardoso. Participou em Carmen, La Bohéme, La Traviata e Sansão e Dalila no Coliseu do Porto, L’Enfant et les Sortilèges de Ravel no Festival Internacional de Música de Gaia, As Suplicantes de Ésquilo, As Sete Portas de B. Strauss, A Gaivota (Masha) de Tchekov, Time and the Conways (Hazel) de J. B. Priestley, Quem tem farelos? (Aparício) de Gil Vicente e na 2ª Gala de Natal da RTP. Foi dirigida pelos encenadores Roberto Recchia, Eleonora Paterniti, Detlef Soelter, Giulio Ciabatti, Christopher Cowell, João Grosso, Sandra Mladenovitch, António Capelo, João Paulo Costa, Helen Parry, Carleen Graham, Carla Lopes, Rogério de Carvalho, William Relton e Jane Davidson e pelos Maestros António Sérgio, Shioban
O’Higgins, Rui Massena, João Paulo Janeiro, Egon Mihajlovic, José Ferreira Lobo, Leandro Alves, Ernesto Coelho, César Freitas, Artur Pinho, Jairo Grossi, Paulo Lourenço, Luís Carvalho, Rui Pinheiro e Lawrence Golan.
Alexandra apresenta-se pela primeira vez com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.

Alto Patrocínio / High Patronage

Patrocinadores / Sponsors

Parceiros / Partnerships

X